PELE NEGRA: SAIBA OS CUIDADOS ESPECIAIS E DICAS DE COMO EVITAR MANCHAS, FOLICULITE E OLEOSIDADE EXCESSIVA

Pele Negra , seus cuidados …

Quem possui pele negra ganhou uma ajudinha da genética, já que esse tipo de cútis apresenta um alto nível de melanina e colágeno, deixando-a mais resistente ao sol e ao envelhecimento. No entanto, essa pele merece atenção especial para que não sofra com problemas como manchas no rosto, excesso de oleosidade e foliculite.

Saiba qual é o diferencial da pele negra

A pele negra possui um nível alto de melanina, o que promove uma proteção natural ao sol. Além disso, possui mais colágeno que as outras cútis, deixando-a mais elástica e resistente aos efeitos do tempo, como rugas e linhas de expressão. E, por ser mais espessa e firme, demora mais a ficar flácida e, dificilmente, apresenta celulite. No entanto, o diferencial da pele negra pode ser, também, o seu maior mal. Devido a hiperpigmentação, há mais propensão à manchas de pele, como melasma. Já o alto nível de colágeno, por exemplo, pode resultar em queloides.

A pele negra é, necessariamente, oleosa?

A pele negra pode apresentar todos os tipos: normal, mista, seca e oleosa. No entanto, a oleosa é a mais comum, já que a secreção das glândulas sudoríparas é maior nesse tipo de pele, tornando-a assim por natureza. Sendo assim, favorece o surgimento de acne e foliculite.

Proteção solar é essencial para a pele negra

Apesar de ser mais resistente ao sol, apresentando um fator de proteção natural de 13.4, a médica recomenda o uso do filtro solar diariamente, inclusive em dias nublados ou em ambientes fechados. É indicado usar sabonete específico para a pele  e o filtro solar com FPS 15, no mínimo, com reaplicação a cada três horas.  Outros produtos, como anti-idade, serum antioxidante e tônicos faciais, também podem ser indicados pelo dermatologista.

Manchas: um problema comum em peles negras. Descubra o motivo

A abundância de melanina pode acelerar o surgimento de manchas, pois durante a cicatrização a pigmentação é ativada. Qualquer processo inflamatório ou que cause irritação pode gerar o escurecimento da pele,usando como exemplo as marcas causadas pela acne.

Como evitar as manchas na pele negra?

Para evitar as manchas, o paciente deve buscar tratamento preventivo. Primeiro, é preciso evitar que a pessoa tenha a alteração cutânea e, consequentemente, uma inflamação que pode causar o escurecimento. Para as pessoas que já possuem espinhas, as substâncias clareadoras e antiacne são aliadas ao tratamento.

Além do protetor solar,é recomendado produtos compostos por vitamina C, kojico, ácido fítico e alfa-hidroxiácidos para a prevenção de manchinhas. Já para o tratamento na clínica dermatológica, uma das escolhas da médica é o laser fracionado.

Confira dicas para evitar a foliculite após a depilação

Outra dica é hidratar a pele após a depilação com cera ou lâmina de barbear, já que, assim, ela fica mais protegido contra agressões ambientais e a foliculite. A escolha de um sabonete esfoliante também contribui para o desaparecimento dos pelos encravados. Caso o problema persista, a depilação a laser pode resolver, definitivamente, o problema.

Pele negra pede cuidados especiais, inclusive na hora da depilação

Depilação não é vaidade, é necessidade!

Porém, a depilação nem sempre é tão simples…principalmente, para quem tem a pele mais morena, já que ela é mais suscetível à manchas e queimaduras.

Por isso, quem tem a pele mais escura precisa ter muito cuidado na hora de se depilar.

Mas, nada de se desesperar, vamos lhe ajudar contando tudo que você precisa saber sobre depilação e, claro, primeiramente, descobrindo o melhor método para você

Cera quente

Pois é, uma verdadeira tortura para algumas mulheres, para outras, porém, é a salvação da lavoura. E isso tem uma explicação, é que apesar de doer – e muito-, com esse método os fios demoram mais a crescer do que com a lâmina. Porém, ele também tem suas desvantagens, principalmente, para mulheres com a pele mais morena, pois esse método de depilação pode causar manchas.

Vale saber que ao agredir a pele, a resposta pode ser o aumento da pigmentação, especialmente em pessoas de pele negra ou mais morena. E a explicação é que ao usar a cera quente, a pele sofre com a alteração térmica, que agride.

A dica, portanto, para quem optar por esse método, é fazer depilação com cera fria. E procurar esfoliar ajuda a evitar encravamentos.

Creme depilatório

Esse método é seguro para mulheres de peles morenas, porém, o creme deve ser deixado no tempo certo, para não lesar a pele…

A dica, para descobrir se tem alergia, é fazer um teste, utilizando o produto em uma área bem pequena da pele, se após 24 horas não houver reação, ele pode ser usado com segurança. Depois, é só hidratar.

Lâmina

Sem dúvida, a lâmina ainda é o método mais utilizado, o mais fácil e, também, mais rápido de remover pelos em todos os tons de pele. Isso sem falar que não precisa marcar hora, esperar os fios crescerem…

Porém, uma das desvantagens é que algumas mulheres possuem alergia à lâmina, o que acaba deixando a pele com algumas placas alérgicas após o seu uso. Outra desvantagem é que ao cortar o pelo ele pode crescer para dentro da pele e inflamar, causando a foliculite, principalmente, se ele for crespo.

Vale saber que isso não acontece só com a lâmina, com a cera também, aliás, essa é uma desvantagem em relação a depilação a laser. A dica, para quem tem esse problema é apelar para substâncias que acalmam a pele como a nicotinamida, camomila e até mesmo pomadas de corticoide.

depilação com cera quente

 Depilação a laser

a depilação a laser acaba sendo a melhor opção para morenas
No geral, a depilação a laser acaba sendo a melhor opção, pois elimina os pelos por períodos bem mais longos, precisando poucas sessões. Porém, é necessário que seja feito em um local seguro e por profissionais capacitados.

Lembrando que hoje já existem máquinas que regulam a intensidade e o comprimento da luz, garantindo, portanto, que a pele negra não sofra possíveis danos.

2017-08-11T16:49:40+00:00

Deixar Um Comentário